The meeting is on the table

gray metal framed chalkboard with whatever it takes written

Lambda, lambda, lambda neeerds!! Esse bordão é de um pessoal que gosto muito kkkk (JovemNerd).

Olá developers, quanto tempo! Estou de volta depois de um bom tempo sem postar, tentando pegar o ritmo novamente, novos desafios, meses de pandemia complicados, mundo se reinventando e não poderia ser diferente na nossa área. Mesmo já existindo essa facilidade do trabalho remoto há muitos anos no meio de TI, esse modelo cresceu na pandemia nos mais diversos segmentos e realmente acredito que abriu portas e pensamentos que jamais se fecharão novamente. Junto com o home office surge a globalização de vagas de trabalho para desenvolvedores e a facilidade de se trabalhar em times dos mais diversos lugares e idiomas.

O motivo do post é que minhas novas atribuições me forçaram a praticar o que estava deixado no cantinho mas que deve ser tratado como um trabalho diário de aprendizado, que é justamente o processo de conhecimento de um idioma novo. Dito isso, hoje vamos falar de um tópico diferente, o inglês no trabalho e especificamente formas de “quebrar o gelo” ao iniciar aquela daily meeting com o time técnico e não parecer muito robotizado. Let`s do it!

Iniciando formal

  • Good morning. Thank you all for coming today. –> Bom dia. Obrigado a todos por virem hoje.
  • Good morning, everyone. –> Bom dia a todos (ou Good afternoon, Good evening)
  • Good morning. It looks like everyone’s here. Let’s get started (Bom dia. Parece que todos estão aqui.)
  • Good afternoon. Once everybody is here, let’s start the daily
  • How are you doing people? (Como vão as coisas pessoal?)

1×1 Formalzinho

  • How do you do? (Como vai?)
  • How`s everything?
  • How have you been? (Como tem passado?)
  • What have you been up to? (O que você tem feito?)

Iniciando de forma mais leve (informal)

  • Morning everyone
  • Morning folks
  • Morning guys (se houver apenas homens obviamente)
  • Morning team
  • What’s up (bem informal, muito usado quando estiver só você e seu teammate e quando já existe uma amizade)
  • What’s new? (O que conta de novo?)
  • What’s happening? (O que está pegando?)
  • What’s going on? (O que está pegando?)
  • How’s everything? (Como vão as coisas?)

E pra fechar, se tiver no 1×1 com o colega de time, manda um “Sup”(abreviação de what`s up) na lata mesmo kkkk.

Quero deixar claro que este é um depoimento de aluno e não um professor, baseado na realidade nua e crua e obviamente com apoio sempre dos mecanismos de busca kkkkk. Gostaria de dedicar este post ao colega de trabalho Gabriel Gimenes que tem sido o parceiro de treino diário e de onde retirei a ideia para o tópico. tmj

Post básico só pra pegar o ritmo e voltar aos trilhos.

Rodar um mini servidor web a partir de uma pasta

Em diversos momentos surge a necessidade de testar um site ou página web que acabou de criar para ver se está tudo funcionando redondo, se a chamada para API está ok ou apenas para apreciar momentaneamente as diversas horas de trabalho que foram aplicadas. Vamos ver as três formas que mais gosto:

Continuar lendo

Guia de pronúncia para desenvolvedores

De alguma forma inexplicável foi iniciada uma conversa matinal de como se pronuncia algumas tecnologias comuns na computação e tão presentes em nosso dia-a-dia. Lembrando que não tenho como objetivo seguir nenhuma norma da lingua ao destacar os fonemas ou a correta escrita dos termos abaixo, é apenas um descritivo de como certos nomes diferem na pronúncia em nossa lingua e na língua inglesa. Não sei se da para chamar de guia, está mais para uma tabelinha de referência, mas vamos lá.

Continuar lendo

Evento online: Canal .NET DevWeek 2017

Image result for canal .net dev week

     Fala galera, hoje começam as palestras do evento online gratuito 100% gratuito, o Canal .NET Dev Week 2017. A programação ta cheia de coisas bacanas e profissionais de peso vão falar um pouco sobre diversos segmentos do desenvolvimento de software como: .NET, ASP.NET Core, Arquitetura de Software, Inteligência Artificial, Xamarin, JavaScript, VSTS (Visual Studio Team Services), DevOps e NoSQL!. Esta edição acontecerá em 4, 5, 11, 12 e 13 de Dezembro de 2017, são 15 palestras com 3 apresentações diárias das 20h00 às 23h00 (horário de Brasília). Quem é da área não pode perder uma oportunidade dessas. Veja a grade clicando no post.

Continuar lendo

Isolando seus pacotes no Python

     Para quem está iniciando no mundo da linguagem Python, tem uma palavrinha que aparece com frequência na hora de prepara o ambiente e baixar as primeiras dependências externas,  é a virtualenv. Mas do que se trata afinal e como faço para usar?

Continuar lendo

Certificações Microsoft para desenvolvedores: por onde vou?

     Fala galera, o tópico de hoje é bem relevante para quem ta montando uma carreira na área de desenvolvimento e quer entender o roteiro de certificações da Microsoft. Muitos já deve ter passado pela mesma dúvida que estou tendo que é para onde direcionar os esforços. Os caminhos são muitos, mas neste post tento organizar um pouco esse mundo para entenderem quais as certificações atuais, como elas se dividem e talvez ajude a tomarem um decisão.

Continuar lendo

Otimizando seu código com ReSharper

     Fala galera, post rápresharperido sobre mais uma ferramenta matadora para quem utiliza o Visual Studio, o ReSharper da fantástica Jetbrains. A Jetbrains é uma das gigantes no segmento e faz bonito com sua suite de ferramentas, a que irei comentar hoje serve como extensão do Visual Studio e é fiel escudeira na hora de analisar e melhorar a qualidade do seu código.

Continuar lendo

Permanet Redirect(301) em ASP.NET

     Fala galera, dica rápida para começar bem o dia ^^. Tenho uma aplicação online e recentemente recebi notificações de erro da biblioteca que utilizo para capturar exceções na aplicação, o ELMAH, meio pré-histórica mas funciona bem até hoje no meu projeto. Veja como direcionar de um caminho para outro na sua aplicação de forma rápida.

Continuar lendo

Maratona Open Source+Azure

azurebanner     Fala pessoal, quero saber quem aí está inscrito na maratona Azure+Open Source iniciada agora em março? Isso mesmo, a Microsoft América Latina trouxe este mês de forma inteiramente gratuita cursos online relacionado ao Azure e o mundo Open Source, com direito a certificado emitido pela Microsoft. Continuar lendo